domingo, 26 de outubro de 2008

Leitura: A viagem por conta própria

Segundo o dicionário Houaiss, a palavra “ler” tem diferentes significados, sendo alguns deles: conhecer, através de exame mais ou menos extenso (o conteúdo de um texto); dedicar-se, entregar-se à leitura como hábito ou paixão; compreender, interpretar.

Interessante, não? A leitura é vista, nos dias de hoje, como algo monótono, chato e desinteressante. No entanto, ao olharmos as palavras a ela atribuídas somos levados a pensar não somente nas letras justapostas, mas ao conhecimento e, melhor ainda, à paixão. Paixão por conhecer, compreender, talvez... Ter como hábito a vontade de saber.

Pensando nessa perspectiva, o monótono, quem sabe, pode ser ficar no mundo, sem essa nova aventura que é a paixão que o conhecimento nos proporciona, os lugares que a compreensão nos leva! Desinteressante passa a ser o hábito de entrevar-se, ao contrário de entregar-se à paixão pelo saber...

E ao tomarmos o ato de ler como interpretação torna-se importante, também, ressaltar seu caráter individual – a nossa leitura do mundo, a visão das coisas que nos cercam, o nosso conhecimento construído a partir dos livros que lemos, as nossas memórias formadas com as palavras dos textos. E, talvez, o mais importante de tudo: os passeios possibilitados pelo conhecimento!

Quem sabe um dia, possamos desenvolver o que Mário Quintana nomeou como A arte de ler, ao descrever o leitor que mais o fascinava. Nas palavras do poeta (um dos meus prediletos): O leitor que mais admiro é aquele que não chegou até a presente linha. Nesse momento já interrompeu a leitura e está continuando a viagem por conta própria.

E vocês, não

gostariam de arriscar?

(texto publicado na íntegra no site: http://www.diariodaserra.com.br/showtangara.asp?codigo=112943)

2 comentários:

Vanessa disse...

Lindo texto Prof.ª.
Sorte a minha gostar de ler, e assim poder viajar, aprender e conhecer; lugares, histórias e principalmente pessoas como você.

Ana de Medeiros Arnt disse...

:)

Obrigada Vanessa!

Beijo! Saudades de ti!